Alagoas, 03 de dezembro de 2023 24º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
REPRODUÇÃO SIMULADA

Laudo do caso Marcelo Leite não aponta diferenças nos depoimentos de PMs

Foi analisado as condições de luminosidade da via e o campo visual dos policiais

Redação

04/02/2023 16h04

Marcelo Leite morreu em decorrência de um tiro de fuzil disparado em operação policial
DivulgaçãoMarcelo Leite morreu em decorrência de um tiro de fuzil disparado em operação policial

Ontem, sexta-feira, 3, a Polícia Científica de Alagoas concluiu o laudo da reprodução simulada da abordagem policial que vitimou com um tiro de fuzil o empresário Marcelo Leite, no dia 14 de novembro, em Arapiraca. A reprodução simulada da abordagem policial que acabou atingindo com um tiro de fuzil o arapiraquense Marcelo Leite, no último dia 14 de novembro, em Arapiraca foi realizada no último dia 16 de janeiro, nas proximidades do 3° Batalhão da Polícia Militar, local onde o empresário foi gravemente ferido pelo disparo de arma de fogo.

Um dos principais fatos analisados durante a reprodução e apresentada pelos militares durante os depoimentos era o fato de o empresário Marcelo Leite apontar uma arma de fogo em direção as guarnições.

Durante a simulação, que analisou as condições de luminosidade da via e o campo visual dos policiais com relação ao carro do empresário, um Hyundai Creta de cor preta, os peritos concluíram que era possível ver Marcelo portando ou apontando alguma arma de fogo para os policiais durante a abordagem.


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade