Conteúdo Opinativo

FINANÇAS

Receita cobra R$ 48 milhões do Alagoas Previdência

Por 02/12/2023 - 08:29
Atualização: 03/12/2023 - 16:55

ACESSIBILIDADE

Assessoria/arquivo
Fundo do Alagoas Previdência está em crise
Fundo do Alagoas Previdência está em crise

O Alagoas Previdência é um dos gargalos que o governador Paulo Dantas precisa dar solução antes que os problemas se agravem e terminem manchando sua gestão, até agora bem avaliada. Há um ano a autarquia passou por uma ampla reforma administrativa até hoje não implementada, pondo em risco o pagamento de pensões e aposentadorias no futuro. 

Tido como o “homem que sabe calcular”, o ex-secretário da Fazenda, George Santoro, autor da reforma previdenciária de Alagoas, ao que tudo indica não calculou bem as consequências da mudança na autarquia, cujo objetivo imediato era socorrer o tesouro estadual, que estava sem caixa para pagar o 13º salário dos aposentados. 

Com a reforma, foi criado o Fundo Garantidor para gerir os recursos advindos dos aluguéis das 304 escolas da rede estadual compradas pelo Alagoas Previdência, cujos imóveis seriam alugados ao próprio Estado para financiar o fundo previdenciário. 

Um ano depois, o Alagoas Previdência não recebeu um real de aluguel desses imóveis que teriam custado mais de R$ 400 milhões, segundo o Sindifisco, e os membros do Comitê Gestor do Fundo Garantidor sequer foram nomeados até agora. 

Para complicar a situação da autarquia, a Receita Federal está cobrando do Alagoas Previdência uma dívida de R$ 48 milhões referente ao não recolhimento do Pasep durante os anos de 2020 e 2021. O processo foi remetido à Coordenadoria das Promotorias de Justiça da Fazenda Estadual e Varas da Justiça Criminal. 

Pelo visto, o “homem que sabe calcular” errou nos cálculos previdenciários ou “não sabe calcular”.


Mantenha-se muito bem informado com as notícias mais importantes do dia de graça direto no Telegram.
Encontrou algum erro? Entre em contato